Lima, a encantadora capital e porta de entrada do Peru!

February 3, 2019

AMÉRICA DO SUL - PERU

 

 

América do Sul | Peru | Lima| Miraflores

  

Se dizem que a primeira impressão é a que fica, aqui vale uma segunda chance. Lima talvez não seja aquela cidade que você se apaixona logo de cara: céu constantemente nublado, trânsito super caótico e zonas muito pobres. Mas, olhando novamente com mais cautela você descobrirá a capital da gastronomia, com áreas extremamente civilizadas (muito mais do que em grandes capitais do Brasil) e uma noite pra lá de badalada. O Peru é um país incrível, talvez um dos mais interessantes que eu já tenha conhecido, e Lima sua porta de entrada!

 

Encontre aqui um guia completo para uma viagem com ótimo custo benefício e diversas dicas para aproveitar ao máximo Lima!! Dicas/sugestões de como chegar, de onde partir, onde ficar, quais restaurantes visitar, melhor época para ir, câmbio, que roupas levar e muito mais...!

 

🔍    **| SOBRE O LUGAR |**

✈️    **| COMO CHEGAR / SE LOCOMOVER |**

☁️    **| CLIMA - MELHOR ÉPOCA |**

📝    **| INFORMAÇÕES BÁSICAS |**

🛁    **| ONDE SE HOSPEDAR |**

🍴    **| ONDE COMER E BEBER |**

🚲    **| O QUE FAZER |** 

👗    **| O QUE LEVAR/VESTIR |** 

🔍    **| SOBRE O LUGAR |**

 

Lima, capital do Peru é a porta de entrada para esse país incrível, e maior cidade do Peru. São mais de 10 milhões de habitantes, sendo a terceira maior cidade da América Latina – atrás apenas de São Paulo e Cidade do México.

 

Banhada pelo oceano pacífico, esse país que foi um dia uma colônia espanhola guarda algumas das maiores belezas naturais. E Lima, como cidade grande que é, vem aparecendo cada vez mais, tendo sido inclusive escolhida para sediar os jogos panamericanos de 2019.

 

Confesso que Lima era para mim apenas a cidade de chegada. Mas descobri uma cidade muito mais estruturada e organizada do que eu imaginava, com excelentes restaurantes – de uma gastronomia super renomada -, bairros super seguros e organizados com policiamento nas ruas, lojas e shoppings a céu aberto, um centro histórico pra lá de charmoso, e um dos museus mais bacanas que já visitei, o Larco.

 

Fiquei 3 dias em Lima e foi o suficiente para explorar e conhecer um pouco mais dessa cidade que tem vida super ativa tanto de dia como de noite. 

 

Meu roteiro teve início em Lima, passando por Huacachina, e pela maravilhosa cidade de Cusco, até o Machu Picchu, e fechando com chave de ouro atravessando o maior deserto de sal do mundo Salar De Uyuni.

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

✈️    **| COMO CHEGAR / SE LOCOMOVER |**

 

Uma das facilidades de Lima é sua distância do Brasil. O país está coladinho em nós, e os vôos geralmente tem preços acessíveis, considerando uma viagem internacional.

 

Existem vôos diretos para Lima saindo de São Paulo e do Rio de Janeiro, e levam menos de 5 horas. (Mais perto do que ir para alguns lugares dentro do próprio Brasil.)

 

Esse trajeto é operado tanto pela LATAM, quanto pela Avianca. A LATAM geralmente tem preços melhores, dado que possui mais vôos nessa rota.

 

✏︎ Veja aqui algumas dicas de como encontrar os melhores preços em passagens aéreas.

 

A melhor forma de se locomover dentro de Lima é com UBER. Não confie em táxis, eles geralmente não ligam o taxímetro e você pode ter problemas na hora de pagar.

Saindo do aeroporto para o centro do bairro de Miraflores você pagará em torno de 40 soles peruanos no uber.

 

Outra opção que usei muito, dado que estava viajando sozinha, e chegava tarde em alguns lugares foi um motorista particular. Eles cobram pouco a mais e são 100% de confiança.

Eu super recomendo os serviços do Junior (+51 950 902 253). É um carro executivo, e combinando com ele direitinho ele pode buscar e levar a qualquer horário. Saindo do aeroporto para Miraflores paguei 60 soles peruanos, por exemplo. Só 20 soles a mais do que o uber normal, mas com 100% de segurança.

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

☁️    **| CLIMA - MELHOR ÉPOCA |**

 

Lima recebe turistas durante todo o ano. Apesar de estar no litoral e ter um clima úmido, Lima é conhecida pelo céu acinzentado. Pouco chove na capital peruana, que tem duas estações do ano bem definidas: verão e inverno. As médias de temperatura variam entre 20-27ºC no verão e 15-19ºC no inverno.

 

↠ Dezembro a Março é a estação do verão, faz sol e o tempo tende a ficar mais tempo aberto e com céu claro.

↠ Abril a Novembro é a estação de inverno, e o céu fica praticamente todos os dias cinzentos e nublados, mas com pouquíssimas chuvas.

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

📝    **| INFORMAÇÕES BÁSICAS |**

 

↠ Moeda: Soles Peruano (PEN)

A conversão de real para soles peruanos é bem próxima. 1 real é igual aproximadamente 1,17 soles peruanos. (cotação de 26/11/18)

A troca de dólar geralmente vale mais a pena, mas sempre vale fazer as contas. 1 dólar equivale a aproximadamente 3,35 soles peruanos.

 

A melhor cotação que encontrei foi em uma casa de câmbio do lado do hostel Pariwana, ou com as pessoas uniformizadas que trocam nas ruas. E sim, no Peru é legalizado e é confiável. Só se certifique que eles estão usando o jaleco oficial da prefeitura.

Troque pouco câmbio no aeroporto, pois a cotação é muito ruim.

 

↠ Visto e Passaporte

Brasileiros não precisam de visto para entrar no Peru, e na realidade nem do passaporte. Apenas um documento com foto já libera a entrada de brasileiros no país.

 

↠ Fuso Horário

3 horas antes de Brasília

 

↠ Tomada

220V e 110V dependendo do lugar.

Tipo A - Paralela com dois pininhos chatos.

Vale lembrar que para evitar passar perrengue é ideal sempre ter um plug universal na mala.

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

 

🛁    **| ONDE SE HOSPEDAR |**

 

Lima possui diversos municípios independentes com prefeituras autônomas, e portanto os bairros são bem diferentes entre si. A mais importante dessas cidades é Miraflores, e portanto a melhor para se hospedar, dado a segurança do lugar. San Isdro é a cidade mais chique de Lima. Lá encontram-se os hotéis mais luxuosos e executivos. E uma terceira opção ainda é Barranco, um bairro super cool e descolado, epicentro de artistas de rua. Se optar por ficar em Miraflores (bairro que eu escolhi e adorei!), recomendo que fique próximo ao Parque Kennedy:

 

Eu sempre faço minhas reservas pelo BOOKING, e super recomendo! Quanto mais reservas tiver, mais você sobe de categoria e melhores ficam os descontos nas acomodações!

 

Pariwana Hostel

Esse é o hostel mais bacana e descolado de Lima, e para quem viaja sozinho ou em busca de amigos e agito, com certeza é a escolha certa.

Além de super bem localizado, o hostel possui uma estrutura super bacana tanto de quartos como de áreas comunitárias.

 

Pariwana | Foto: Booking.com

 

 

Casa Andina Miraflores

Para quem prefere hotel, minha recomendação é o Casa Andina, um hotel super bacana, com um bom preço e bem localizado. 

 

Casa Andina | Foto: Booking.com

 

Ibis Miraflores

Uma excelente opção também é o Ibis de Miraflores. Super bem localizado, o hotel fica a 3 quadras da Avenida Malecón - em frente ao shopping Lacomar. Um excelente custo benefício! 

 

Ibis Miraflores | Foto: Booking.com

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

🍴    **| ONDE COMER E BEBER |**

 

Conhecida por sua gastronomia riquíssima em aromas, e sabores, Lima tem diversas opções deliciosas e que merecem a visita.

 

Alguns dos pratos mais famosos, e que tem que ser experimentados são:

↠ Ceviche: Um clássico peruano. Um pouco diferente do que estamos acostumados a comer em termos de tempero, mas com certeza um dos pratos mais famosos.

↠ Olluquito con charqui: Prato típico com carne de lhama, olluco – batata especifica da região dos andes.

↠ Lomo Saltado: Fatias de carne, legumes e batatas temperado com um molho shoyu.

↠ Ají de galinha: Frango desfiado regado a um molho picante

 

E bebidas também não ficam fora:

↠ Inka Cola: O famoso refrigerante que vende mais que Coca Cola. Vale a pena experimentar!

↠ Pisco Sour: Impossível ir para o Peru e não provar drinks de Pisco e limão.

↠ Chicha Morada: Uma bebida doce feita a base de milho roxo (maíz morado), com especiarias.

↠ Chá de Coca: O famoso chá que ajuda na altitude!

↠ Cusquenã: Cerveja peruana

 

Restaurantes que valem a visita:

Central Miraflores

Eleito como 1º entre os 50 melhores restaurantes da América Latina em 2014. Ficou super famoso, e obviamente caro! Prepare o bolso!

O restaurante se define como a reinvenção da culinária peruana.

Há a opção do menu degustação, que apesar de caro é uma experiência a parte para quem quer degustar toda a culinária peruana.

Central Miraflores | Foto: TripAdvisor

 

La Lucha Sangucheria Criolla

Esse é um dos clássicos do Peru, que tem que ser degustados! O La Lucha Sangucheria tem vários sanduíches super famosos, desde sanguche de chicharron até sanduíche de lomo. E são todos bem gostosos! Vale a pena experimentar!

Eu particularmente amei o de Lomo!

La Lucha Sagucheria | Foto: InstagramLaLucha

 

Huaca Puacllana

Para quem quer uma experiência diferente e super bacana, recomendo o restaurante do sítio arqueológico de Huaca Puacllana. Além da comida ser deliciosa, a vista a noite com o sítio arqueológico inteiro iluminado é um espetáculo a parte.

Eu comi um Lomo Salteado, e pedi uma sobremesa de doce de leite maravilhosa (que não deu nem tempo de tirar foto!). 

 

Huaca Pucllana| Foto: Vanessa Doti 

 

Pescados Capitales

Uma indicação de um amigo peruano, e aprovada por um amante de comidas do mar! Esse é um restaurante super bacana, especializado em comida fresca do mar, e com diversas opções bem gostosas. Os pratos são bem servidos e lindos, com um extremo capricho na preparação. 

 

Pescado Capitales| Foto: Vanessa Doti 

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

🚲    **| O QUE FAZER |**

 

Lima é sim uma cidade grande, mas super turística, e vale a pena investir pelo menos 3 dias ali para conhecer tudo com calma.

 

Eu particularmente gosto bastante de fazer walking tour, para entender um pouco mais da história do lugar e conhecer a cidade de forma geral. E tem dois principais lugares para conhecer dessa forma: Centro Histórico e Barranco.

Recomendo fazer com a Lima by Walking. Eles saem todos os dias as 10h30 para Lima Centro e as 15h30 para Barranco. Os pontos de encontro são: Rooftop do Pariwana Hostel, ou Plaza de Armas (em frente a fonte).

 

- Dia -

 

↠ Centro Histórico (via Walking Tour)

O centro de Lima tem como ponto principal a Plaza de Armas, que foi onde em 1532 aconteceu a conquista espanhola. Logo em seguida, em 1535 foi fundada a Ciudad de Los Reines, ou fundação da cidade de Lima.

 

Nessa praça estão também o Palácio do Governo do Peru, que foi um dia a casa de Don Francisco Bizarro. Inclusive, a praça foi construída em torno dele.

 

Plaza de Armas | Foto: Vanessa Doti

 

Além da Catedral de Lima, o Palácio Arquiepiscopal e o Palácio Municipal de Lima.

Catedral de Lima| Foto: Vanessa Doti

 

Ali pertinho também está a Plaza de San Martin. A fonte que fica no meio da praça é uma homenagem San Martin, e foi construída para celebrar os 100 anos de independência do Peru.

A título de curiosidade são proibidas pelo governo qualquer tipo de manifestação na Plaza de Las Armas, dado que ela é um patrimônio da humanidade. Portanto, os peruanos, quando querem manifestar buscam a Plaza de San Martin ou as ruas ao redor.

 

Andando a duas quadras da Plaza de Armas está a Igreja e Convento de San Francisco de Assis, onde viviam mais de 300 franciscanos. Ali é possível visitar as famosas catacumbas do convento. Uma experiência a parte e muito interessante, eu diria.

Valor Entrada: 15 soles peruano para adultos

Convento de São Francisco de Assis | Foto: Vanessa Doti

Catacumbas Convento | Foto: Vanessa Doti

 

Ainda no centro, temos a famosa Casa de Correios e Telégrafos e a Basílica Rosada + Convento de São Domingo. É possível entrar na Basílica, que é lindíssima.

 

Andando pelo centro é possível avistar os morros com as Invasiones, que são as favelas peruanas. O Peru infelizmente tem uma economia muito difícil, assim como outros tantos países da América Latina. Hoje são muitas favelas que habitam os morros com pessoas em situação de pobreza.

 

Lima é uma cidade de muitos contrastes, com distritos muito ricos, como Miraflores e San Isdros, e outros distritos muito pobres, como os que ficam ao redor de Lima Centro.
 

 

↠ Barranco (via Walking Tour)

Barranco é o distrito conhecido pela arte, pelos poetas, músicos e artistas. Antigamente era um bairro super humilde, mas boêmio. Acabou virando um point cool e moderno, que a galera mais trendy passou a visitar.

Grafiti em Barranco | Foto: Vanessa Doti

 

O nome do distrito advém da própria geografia, dado que sempre foi um lugar muito fértil.

 

A principal praça desse bairro é também onde ficam a Iglesia de La Santíssima Cruz, toda desenhada em estilo barroco, e a Biblioteca, inaugurada em 1898.

Iglesia de Santíssima Cruz | Foto: Vanessa Doti

 

Andando por Barranco chega-se a Ponte dos Suspiros. Reza a lenda que para ter um grande amor é necessário passar sem respirar por toda a ponte e fazer um pedido no final. E para quem já encontrou seu amor, o negócio é passar juntos de mãos dadas com ambos sem respirar, para ter o amor eterno.

Ponte dos Suspiros | Foto: Vanessa Doti

 

Na rua abaixo da Ponte dos Suspiros encontra-se o Monumento Histórico Mensajero de La Paz. Uma arte que representa que todos somos iguais, independente de raça, cor, sexo ou como se veste. São diversos rostos representados em um único túnel, e todos olhando para o mesmo lugar: uma estrela no céu – que simboliza a esperança de um mundo melhor.

Monumento Mensajero de La Paz | Foto: Vanessa Doti

 

O tour acaba nos grandes cliffs da costa de Lima, que circundam o mar. De lá é possível ver um pôr do sol lindo e caminhar pela costa até o bairro de Miraflores novamente.

Pôr do Sol nos Cliffs | Foto: Vanessa Doti

 

↠ Huaca Pucllana

Esse é o sítio arqueológico mais famoso de Miraflores, e vale a visita!

Huaca Pucllana significava lugar de jogos. E era onde aconteciam corridas de motocross – até que o governo resolveu investir e realizar as escavações em busca de toda a história que estava ali.

Esse sítio arqueológico hoje possui 6 hectares, mas acredita-se que tinha mais de 22 hectares.

 

No passado, o local era uma propriedade privada. Dizem que o material ali encontrado data-se de 1.500 anos, ou seja, teria sido construído antes mesmo do Machu Picchu.

Ali viviam as sociedades, que se alimentavam da pesca e utilizavam os deuses como interpretações para absolutamente tudo.

 

Ainda no sítio arqueológico é possível reservar o restaurante La Huaca Pucllana, com vista privilegiada e comida típica peruana.

Huaca Pucllana | Foto: Vanessa Doti

 

 

↠ Passeio de Bike pelos Parques

Para conhecer todos os parques de Lima, a melhor (e mais gostosa!) forma é com certeza alugando uma bike. Há inclusive alguns tours de bike guiados pelos parques, mas se a ideia é relaxar, sem compromisso, opte por alugar sua própria bike e desbrave os parques, começando pelo Kennedy Park, e seguindo em direção ao Parque Del Amor, Miraflores Central Park, .

Se optar pelo tour, recomendo fazer com o Bike Tour of Lima. Eles são ótimos, e o passeio dura em torno de 3 horas. Para reservas: + (51) 991011022

Bike Tour Lima| Foto: Vanessa Doti e TripAdvisor

 

↠ Parques em Lima

Os parques de Lima são uma excelente opção de passeio ao ar livre. E os peruanos realmente aproveitam os parques nos finais de semana. É muito comum ver as pessoas sentadas em toalhas e cangas, lanchando, escrevendo, lendo ou conversando. O clima é realmente muito gostoso!

Vale a pena fazer um tour pelos parques a pé ou de bicicleta! Se optar por fazer de bike, recomendo alugar em frente ao shopping Lacomar na Mirabici.

São 15 parques no total, mas os mais bacanas, na minha opinião são: Parque Kennedy, Parque del Amor, Parque Maria Reiche e Farol da Marina. 

Parques Lima | Foto: Vanessa Doti

 

↠ Larcomar

É o famoso shopping de Miraflores. Ele é lindo por ser a céu aberto, com muito verde e uma vista linda para o mar.

É super agradável para quem quiser fazer comprinhas, ou aproveitar a paradinha para o  almoço com uma vista incrível.

Larcomar Shopping | Foto: Vanessa Doti

 

 

↠ Museu Arqueólogico do Larco

Esse museu com certeza vale a visita. Eu confesso que não sou uma grande fã de museus, mas esse definitivamente me surpreendeu, com tantas histórias e relíquias.

Inclusive, o museu é lindo por dentro e por fora.

O jardim é super bem cuidado e uma atração a parte também. No meio do jardim há um restaurante que é possível reservar.

Valor entrada: 30 soles adultos | 15 soles estudantes | crianças de até 8 anos não pagam

Horário Funcionamento: Todos os dias das 9am até 10pm

Museu Arqueologico do Larco | Foto: Vanessa Doti

 

 

- Noite -

 

↠ Parque de La Reserva | Circuito Mágico de Las Águas  

 Nesse parque encontram-se 13 fontes, uma mais linda que a outra, e é onde ocorrem os shows de luzes, que vale a pena assistir, pois conta um pouco da história e da cultura peruana!

Valor entrada: 4 soles peruanos

Horários shows: 19h15 | 20h15 | 21h30

Parque de La Reserva | Foto: Vanessa Doti

 

 

A noite em Lima super agitada e badalada. E não apenas em Barranco, que é um bairro boêmio:

Bizarro  

 Essa é uma balada super bacana em Miraflores, que vale a pena conhecer. São duas pistas, sendo uma de eletrônico e black e a outra de reggaeton.

Ambas tem shows em cima do balcão com personagens.

Balada Bizarro | Foto: Vanessa Doti e Google

 

 

Calle de Las Pizzas  

 A rua que nunca dorme (ou pelo menos a noite). Esquenta ou pós balada, uma alternativa é dar uma passadinha ali na rua, escolher um bar e sentar para tomar um drink ou uma cerveja.

O mais bacana é que muitos deles tem música ao vivo, e local. Vale a paradinha para escutar!

A badalada Calle de Las Pizzas | Foto: Vanessa Doti e Google

 

 

↠ Bar Crawl Barranco

 Uma alternativa para conhecer o bairro mais boêmio de Lima é aproveitar o famoso BarCrawl, que acontece geralmente aos finais de semana. Para se informar basta perguntar no próprio hostel, ou andar pela praça principal de Barranco próximo as 18h. Sempre tem uma galera oferecendo descontos e avisando de onde sairão!

 

Se quiser, faça seu próprio BarCrawl. Escolha aqui quais bares visitar!

 

 

⇞ Voltar para o começo do post

 

 

 

👗   **| O QUE LEVAR/VESTIR |** 

 

Como eu disse, Lima não tem variações climáticas muito grandes, então fica super fácil escolher a roupa que levar/usar a partir da estação do ano que optou por ir.

O importante é sempre ter um casaquinho para a noite, que a temperatura cai um pouquinho. Abaixo coloco alguns looks sugeridos para ajudar na hora de fazer a mala:

Abaixo alguns dos looks que separei para a viagem para ajudar a exemplificar:

 

 

 

Obrigada pela visita, e espero que as dicas ajudem a montar seu roteiro! ☺︎ ✌︎

Beijos, Doti
 

*Acompanhe as dicas de viagem também pelo instagram @dicasdadoti

 

 

..........

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

You Might Also Like:

Chapada dos Guimarães, parque nacional e as cachoeiras esverdeadas.

May 5, 2019

Chapada dos Veadeiros e todo seu misticismo.

April 24, 2019

1/7
Please reload

  • White Facebook Icon
California
IMG_7657
IMG_7656

DICAS DA DOTI é um blog recheado de dicas e experiências de viagens com ótimo custo benefício e sem passar perrengue. Publicitária de profissão e viajante nas horas vagas (em todas as horas vagas, diga-se de passagem), VANESSA DOTI é quem compartilha todo seu amor e melhores dicas de viagem com os leitores, através de roteiros leves e super completos. 

 

Read More

 

Dicas da Doti |  www.dicasdadoti.com.br |  contato@dicasdadoti.com.br |  @dicasdadoti

© 2018 Dicas da Doti - Todos os direitos reservados. Conteúdo protegido por direitos autorais. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização da autora.